Equivalência entre a Certificação LEED 2009 e Selo Procel Edificações

Compartilhe:

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email

Publicada em: 04/03/2015

Um dos pré-requisitos de Energia e Atmosfera do LEED poderá ser comprovado mediante apresentação do Selo Procel Edificações para empreendimentos no Brasil.

O alcance da certificação internacional LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), uma das certificações ambientais de edifícios mais utilizadas em todo o mundo, tornou-se mais fácil e rentável para projetos de edifícios no Brasil. Os projetos no Brasil reconhecidos pelo Selo Procel de Economia de Energia em Edificações (Selo Procel Edificações) da Eletrobrás não precisam mais adquirir outro modelo de energia para atingir um dos pré-requisitos LEED.

No último mês de novembro, o Comitê Diretivo do LEED aprovou um Alternative Compliance Path (ACP) para comprovação do segundo pré-requisito de Energia e Atmosfera do LEED -EAp2, que trata do desempenho energético mínimo no sistema de classificação LEED BD & C de 2009. O novo ACP permite que projetos no Brasil utilizem o Selo Procel Edificações para demonstrar a conformidade com as exigências do pré-requisito do LEED 2009, poupando-lhes tempo e dinheiro.

Esse caminho alternativo de conformidade pode ser aplicado a todas as edificações comerciais, de serviços e públicas, à exceção dos edifícios destinados à assistência médica, data centers, instalações industriais, armazéns e laboratórios. O objetivo deste pré-requisito é estabelecer um nível mínimo de eficiência energética para a edificação e os sistemas avaliados, visando reduzir os impactos ambientais e econômicos associados ao consumo excessivo da energia. 

O Selo Procel Edificações - Selo de Eficiência Energética, só é concedido aos imóveis que têm demonstrado cumprir os mais altos níveis de eficiência energética (classificação AAA) em três categorias - Iluminação, Envoltória e HVAC.  Para receber o selo, um edifício deve demonstrar uma redução significativa da energia de todas as três fontes, quando comparado a um edifício convencional.  A análise é realizada de acordo com o RTQ-C: Requisitos Técnicos da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de Edifícios Comerciais, de Serviços e Públicos INMETRO: Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia.

A importância dessa conquista é resultado do trabalho desenvolvido em parceria pelo Green Building Council Brasil, o Centro Brasileiro de Eficiência Energética em Edificações e a Eletrobrás, e pode ser medida pelo reconhecimento internacional do recém-lançado Selo Procel Edificações. 

"Essa interação entre as certificações é uma verdadeira situação de ganha-ganha para todos", diz Fernando Perrone, do Departamento de Projetos de Eficiência Energética da Eletrobrás. "Como o LEED continua a ser adaptado para as condições climáticas do Brasil, o reconhecimento de Selos locais representa um momento de mudança para projetos de novas construções no Brasil?.

Há cerca de 1.000 projetos no Brasil registrados para obter a certificação LEED Green Building Rating System, representando 23 milhões de metros quadrados de área registrada e certificada LEED. Muitas empresas líderes no Brasil, como a Coca-Cola e a Odebrecht, estão utilizando a certificação LEED, além de projetos de grande porte, tais como a Ilha Pura, complexo dos jogos Olímpicos e primeiro projeto certificado de bairro LEED na América Latina.


Saiba mais sobre as ACP´s lançadas pelo USGBC, em conjunto com o GBC Brasil, no final de 2014, clicando aqui