Creche referência em sustentabilidade de Florianópolis recebe a visita de representante da ONU

Compartilhe:

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email

Publicada em: 25/04/2015

Modelo sustentável utilizado na unidade foi elogiado pela oficial das Nações Unidas

A convite do MNPSC (Movimento Nós Podemos Santa Catarina), esteve em Florianópolis a oficial de programa da ONU (Organização das Nações Unidas) para o desenvolvimento, Ieva Lazareviciute. A representante aproveitou para conhecer, na sexta-feira (24), as instalações da recém-inaugurada Cresche Municipal Hassis, na Costeira do Pirajubaé, a primeira do Brasil a receber um selo de sustentabilidade.

De acordo com o secretário-executivo adjunto do Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade, Odilon Luís Faccio, a visita da representante à Capital teve duas motivações: o bom desempenho de Santa Catarina nas metas do milênio e também à redefinição dos objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU. "Santa Catarina tem conquistado índices iguais ou superiores ao desempenho do Brasil nessas metas, que incluem desde o oferecimento de uma educação básica de qualidade à redução da mortalidade infantil. Na erradicação da pobreza, por exemplo, de 1990 a 2012, Santa Catarina foi de 15% para 1%. O Brasil registrou de 25% para 3%", comenta.

Para ele, a visita da oficial à creche é a demonstração prática do que o Estado pode oferecer no quesito sustentabilidade. "Há mais de uma década não recebíamos alguém da ONU no Estado", lembra.

Ieva Lazareviciute elogiou a unidade, que foi construída de modo totalmente sustentável. "Estamos sempre buscando soluções de como utilizar os meios que temos sem agredi-los e essa creche mostra que é possível mudar a realidade e fazer com que as crianças, desde cedo, aprendam sobre a sustentabilidade. Com toda certeza, é um modelo que pode e deve ser seguido por outras escolas no Brasil", afirma.

Reconhecimento do ensino infantil

Para Secretário de Educação, Rodolfo Pinto da Luz, a creche é o próprio modelo que a ONU espera com suas metas do milênio. "Eles buscam promover a educação e proteger o meio ambiente, e na creche juntamos as duas coisas, por isso é um privilégio para nós recebermos essa visita. Cada detalhe, desde a construção, foi pensado de modo a agredir o meio ambiente da menor forma possível. E aqui as crianças tem um conhecimento de qualidade, aprendem que temos que preservar hoje para garantir amanhã. Elas veem na prática como funciona e acabam levando isso para suas famílias", comenta.

A creche Hassis foi inaugurada há um mês e será a primeira do país a receber o selo LEED (Liderança em Energia e Design Ambiental) na categoria Platinum, o maior já conquistado por uma instituição de ensino. Foi construída totalmente nos modos sustentáveis e conta com captação da energia solar com placas fotovoltaicas, dutos de ventilação que dispensam ar-condicionado e outros investimentos. O valor total da obra foi de R$ 4,5 milhões. 

A diretora da escola, Cláudia Maidana, mostrou-se lisonjeada com a visita da representante da ONU e diz que isso reflete a valorização do ensino infantil. "Até um tempo atrás, a educação infantil era considerada a prima pobre da fundamental e hoje já temos mais visibilidade. Aqui, mostramos que é possível ter uma educação de qualidade fazendo com que as crianças cresçam cidadãos conscientes", destaca.



Fonte (clique e acesse)