1º edifício no Brasil certificado com o LEED v4 registra redução de 88% de energia e 74% de consumo de água

Compartilhe:

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email

Publicada em: 15/05/2017

Desde o início de maio, o Brasil conhece o primeiro edifício a conquistar a certificação internacional LEED v4 que atesta o quanto a construção está preparada com soluções que contribuem para a redução os danos ambientais, além de benefícios sociais e econômicos.

Localizado em Governador Valadares (MG), o edifício Espaço LarVerdeLar abriga a sede da Controle, empresa líder de combate de pragas urbanas na região, que já ocupa os ambientes sem precisar do uso de ar-condicionado para seus funcionários trabalharem em uma temperatura agradável.


Além disso, o edifício foi projetado para reduzir o uso de energia em 88% e o consumo de água em 74%. Durante as obras também houve uma preocupação especial com o meio ambiente, 94% dos resíduos gerados foram reutilizados ou reciclados, ou seja, apenas 6% foi destinado para o aterro sanitário.

"A certificação LEED® é um sistema internacional com orientações sustentáveis para construção e operação de edifícios. Trata-se de uma certificação utilizada em mais de 140 países e que em 2014 lançou sua quarta versão, a v4, com requisitos de sustentabilidade mais rigorosos que a versão anterior, a v2009. Até o momento o Espaço LarVerdeLar é o único edifício no Brasil a consquitar o LEED na versão 4.", explica Vitor Tosetto, um dos sócios da LarVerdeLar, realizadora do projeto.

SOBRE A CERTIFICAÇÃO LEED V4BD + C 
O Espaço LarVerdeLar obteve o certificado LEED v4 BD+C nível Gold com o somatório de 60 pontos alcançados pelo cumprimento de requisitos de sustentabilidade, organizados em nove categorias.

Todas contam com pré-requisitos (práticas obrigatórias), e créditos, recomendações que, quando atendidas, garantem melhores níveis de sustentabilidade para o edifício. A junção das práticas adotadas determina o nível da certificação, que pode ser definido como Certified (Básico), Silver, Gold e Platinum.

"Esperamos que o lançamento deste primeiro edifício certificado com o LEED v4 possa inspirar outras construções, de quaisquer dimensões, a seguir os mesmos passos. A sustentabilidade agrega valor de mercado e pode gerar novos negócios associados à construção; além de contribuir para preservação do meio ambiente e saúde das pessoas ", complementa Vitor, sócio do escritório Membro do GBC Brasil LarVerdeLar.

Na prática, investir em uma edificação certificada pela LEED v4 BD + C promove a melhora na segurança e saúde dos usuários, além do consequente aumento no conforto e bem-estar de quem lá vive. Para as empresas, estudos apontam aumento da produtividade entre os colaboradores, inclusão social e aumento do senso de comunidade, entre outros benefícios.

Para os investidores, a certificação agrega valor ao imóvel e a marca do empreendimento, além da consequente diminuição dos custos operacionais e de manutenção.

Fonte: Terra