Edifício empresarial economiza mais de R$ 31 mil mensais nas contas com automação

Compartilhe:

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email

Publicada em: 23/01/2018

Projeto aliado à operação remota conferiu ao empreendimento economia de cerca de 30% no valor total das despesas dos insumos

Redução no consumo de gás e energia elétrica nas contas do condomínio e alta eficiência operacional por meio da automação foram fatores que influenciaram o projeto de retrofit da automação para proporcionar uma operação avançada do empreendimento comercial.

Pensando nesse cenário, o Condomínio Torres Empresariais do Ibirapuera, empreendimento comercial que abriga duas torres com 56 conjuntos comerciais cada, área total de 50 mil m², localizado no bairro de Moema na capital paulista, contou com a E-vertical, empresa Membro do GBC Brasil, para o projeto de retrofit de automação e ajudá-lo neste desafio.

Modernização

O empreendimento, que possuía um sistema de automação parcialmente funcional, viabilizou o projeto de modernização e inclusão de equipamentos de automação, sensores, válvulas e uma nova lógica para aprimoramento da rotina de operação da automação, com ênfase no ar condicionado.

Benefícios

Após a conclusão, em abril de 2017, o empreendimento obteve uma redução nas contas de gás natural e de energia elétrica de mais de R$ 31 mil mensais, uma economia de cerca de 30% no valor total das despesas com insumos de energia elétrica e gás natural. A economia média de consumo foi de cerca de 17 mil KW de energia e 17 mil m³ de gás natural mensais com payback simples.

"Atingimos um excelente resultado por meio da inclusão de recursos de automação mais eficientes e modernos, aliada à operação remota de utilidades, tivemos condições de entregar o máximo de eficiência na rotina do condomínio, trazendo uma expressiva redução do consumo de energia e gás natural.", afirma Brunno Freitas, gerente de produtos da E-vertical.

Sustentabilidade

O Condomínio Torres Empresariais do Ibirapuera possui certificação internacional LEED EB O&M (Operação e Manutenção para Prédios Existentes) de Nível Silver. A certificação foi concedida pelo USGBC (United States Green Building Council) que audita e certifica o desempenho em sustentabilidade e, a fim de alcançar o desempenho necessário, soluções e tecnologias sustentáveis são adotadas na operação e manutenção de um empreendimento existente. Desta forma, são minimizados os impactos causados no meio ambiente durante toda a vida útil da edificação.

"O condomínio, em linha com os conceitos da certificação LEED EB-O&M recém obtida, busca constantemente investir em novas tecnologias para aumentar a eficiência da operação. Uma das alternativas era o projeto de retrofit da automação e, por meio dele, pudemos gerar economia nos insumos e reduzir os desperdícios, aumentando de forma expressiva o nosso desempenho.", explica Marcelo Junqueira, síndico profissional do Condomínio Torres Empresariais do Ibirapuera.

Os sistemas de utilidades prediais como iluminação, ar-condicionado, geradores, água potável, ventilação, entre outros, são operados remotamente pela E-vertical 24 horas por sete dias da semana, ininterruptamente. "Com a solução de automação predial da E-vertical, o Torres Empresariais do Ibirapuera reafirmou sua posição de destaque em eficiência e hoje é um dos principais empreendimentos comerciais corporativos do Brasil", conclui Junqueira.


Quer saber mais sobre a ferramenta LEED para Operação e Manutenção de edifícios, clique aqui