Construção do Camará Shopping se propõe a ser completamente baseada nos pilares da sustentabilidade

Compartilhe:

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email

Publicada em: 13/06/2014

Muitos ouvem falar em sustentabilidade. De certa forma, o termo virou normal e facilmente associado às campanhas de marketing como referência de eficiência e compromisso com o meio ambiente. Porém, uma construção sustentável é muito mais do que uma simples escolha de marketing, mas uma real necessidade para os futuros empreendimentos.Neste sentido, O Camará Shopping, em Camaragibe ? Pernambuco, é um empreendimento que investe na sustentabilidade desde a sua construção, através da redução da utilização de recursos naturais, possível devido à reutilização dos resíduos possíveis e reciclagem de forma contínua dos resíduos gerados com o intuito de reduzir ao máximo o impacto no meio ambiente.

Do ponto de vista do empreendedor/administrador, a implantação de uma construção embasada em conceitos sustentáveis - como a correta escolha e implantação no terreno, a otimização de recursos como água e energia, a escolha consciente de materiais/acabamentos e a inovação no design e equipamentos ? traz não só um rápido retorno financeiro na operação e manutenção (não custando necessariamente mais na implantação), mas também uma grande ferramenta de comunicação e venda para seu público varejista.

De acordo com a equipe de engenharia do Camará Shopping, liderada pelo engenheiro Paulo Lôbo, as vantagens de uma construção totalmente sustentável são inúmeras. Entre elas, para o varejista, que ganha com um custo de operação menor e maior tempo de permanência do consumidor no local, gerando um maior contato da marca com o público-alvo, além de maior rapidez na consolidação do empreendimento. Para o consumidor, um empreendimento com base nesse conceito se torna uma alternativa agradável de lazer e estar.

Concebido para ser um exemplo de empreendimento integralmente sustentável em todas as suas etapas, o Camará Shopping atua implantando o conceito a serviço da economia. Para tanto, investe em várias práticas sustentáveis. Uma dela, a de economia da energia, atuando com 100% de energia limpa e renovável. ?Parte da energia consumida será gerada localmente através de painéis fotovoltaicos (para geração de energia solar) e geradores eólicos (para geração de energia eólica) instalados dentro do próprio Camará Shopping. O restante da demanda será adquirida no mercado livre, através de usinas eólicas, garantindo, assim, o uso de energia limpa e renovável?, explica Lôbo.

Ainda sobre o uso sustentável da energia, o equipamento busca pelo Selo Procel Edifica Nível A, que exige, entre outras estratégias, um sistema de climatização de alta eficiência. ?O Camará Shopping terá sua climatização feita pelo Sistema de Piso Frio, através da circulação de água gelada em serpentinas instaladas abaixo do piso, resfriando o ambiente e deixando o mall com uma climatização mais confortável para os consumidores. O sistema reduzirá os custos operacionais com a climatização em 50%.?, adianta o engenheiro.

Outra preocupação na construção do shopping diz respeito às águas e efluentes. Para se adequar a essa prática sustentável, o Camará Shopping terá sua operação de água e esgoto baseada no conceito de Ciclo Fechado. Nela, todo o esgoto gerado será tratado, destinando a água de reuso para o sistema de climatização, bacias sanitárias, mictórios, lavagens de piso e irrigação. A estratégia faz parte do Plano de Conservação de Água (PCA), cujo objetivo principal é o uso racional da água potável.

Uma questão que ainda é motivo de muita preocupação em qualquer tipo de edificação é a geração de resíduos das obras. Neste sentido, considerando os impactos decorrentes das atividades de construção dentro do canteiro de obras e, também, o incômodo gerado na comunidade do entorno, o Camará desenvolveu o Programa Obra Limpa, um Plano de Controle de Impactos em Canteiro de Obras, visando reduzir desperdícios, minimizar os riscos de acidentes de trabalho, racionalizar processos, otimizar as atividades e reduzir os incômodos na comunidade do entorno, através de um canteiro de obras limpo, seguro e organizado.